Entrevista a Pedrinho Rocha

Joga na Ligue 1 de França e orgulha-se de ser português. Pedro Miguel Silva Rocha nasceu a 6 de Março de 1985. Natural de uma terra que forma muitos bons jogadores, Vila do Conde, jogou apenas pelo clube rival, Varzim. Diz não ser obcecado pela ideia de um dia jogar num grande clube europeu e orgulha-se sim dos clubes por onde passou. Pedrinho Rocha na primeira pessoa, no AutoGolo...

Já é a tua segunda época no estrangeiro. Durante este período, qual foi a maior dificuldade que sentiste?
A maior dificuldade foi e continua a ser, estar longe da família e amigos.

Como foi afastares-te da tua família? O que é que eles pensam da tua situação profissional?
Inicialmente foi duro, mas eles sabem que a minha situação profissional assim o obrigava e deram-me todo o apoio nesta aventura gaulesa.

Eles acompanharam-te nesta nova etapa da tua carreira?
Sim, acompanharam-me... A minha esposa e o meu filho de sete meses estão comigo!

És o único português na equipa. Foi difícil entrosares-te com os teus colegas? A língua foi um entrave?
Sim, bastante! Visto que quando cheguei apenas falava português e inglês, poucos conseguiam comunicar comigo. Apesar disso, aprendi rapidamente o francês e já consigo exprimir-me sem dificuldade.

Como ex-jogador do Varzim, como vês a situação difícil que este clube está a passar?
É com muita pena que vejo o Varzim na situação em que se encontra e, como sócio e adepto do clube, espero que volte a jogar na divisão que merece, devido à sua massa associativa, uma das melhores do país!

Tencionas algum dia voltar, uma vez que foi o clube que te projetou?
Claro que sim... foram muitos e bons anos que passei e aí sentia realmente o que é jogar por amor à camisola. É um clube ao qual devo muito como jogador e como pessoa.

Desejas um dia jogar em alguma equipa em especial?
Não tenho nenhum clube em especial onde pretenda jogar, tenho sim um sentimento especial pelos clubes por onde passei.

Quem é o teu melhor amigo no futebol?
O Ricardo, guarda-redes da Académica.

No mundo do futebol, que outros profissionais admiras sem ser jogadores de futebol?
O treinador André Villas Boas, que me treinou na Académica, o José Mourinho, por ser português e pelos títulos que ganhou até ao momento, e como o futebol não vive só de jogadores e treinadores, o Eduardo e Pedro, os roupeiros da Académica, por serem excelentes pessoas e profissionais (um abraço para eles).

Tens algum episódio com algum adepto que queiras contar?
Não tenho nada a contar.

Queres deixar uma mensagem aos utilizadores do AutoGolo?
Espero que o site seja um sucesso e que os seus utilizadores fiquem bastante elucidados sobre todos os assuntos discutidos no mundo do futebol.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.
www.autogolo.com - O portal dos apaixonados pelo futebol. Dê a sua perspectiva no nosso Portal

Comentários

Mais Entrevistas

"Se a Academia do Sporting é considerada por muitos como uma das melhores, porque é que não se apostam em mais jovens vindo da formação?"
"As equipas portuguesas não têm só bons jogadores, têm excelentes jogadores. Somos um campeonato bastante apreciado no panorama Europeu. "