Entrevista a Pedro Cervantes

Pedro Coelho Cervantes nasceu a 13 de Julho de 1982 e estreou-se como sénior, aos 18 anos, pelo Leça. No seu currículo consta a passagem por 7 clubes, sendo atualmente jogador no Santa Clara. Diz-se capaz e com muita vontade de jogar futebol e de demonstrar o seu valor. Venha conhecê-lo...

Ao longo da tua promissora carreira, ganhaste um título: campeão da II Segunda Liga Portuguesa. Qual foi a sensação?
Foi, sem dúvida, o momento alto da minha carreira, subir o clube da minha terra com aquela massa adepta foi indescritível.

Com certeza festejaste com a tua equipa, esse título conquistado pelo Leixões na época de 2006/2007. E com a tua família? Eles compreendem a tua situação profissional? Apoiam-te?
A minha família é o meu grande suporte, sem eles não teria chegado aonde cheguei.

Pela primeira vez na tua carreira, aos 30 anos, saíste de Portugal Continental para jogar futebol no Santa Clara. Como está a ser esta nova etapa? A tua família foi contigo? Como está a ser a adaptação?
A adaptação está a ser boa, a ilha de S Miguel é tranquila, o clube é sério e cumpridor. A família acompanhou-me nesta nova etapa, por isso, a adaptação tem sido fácil.

Qual foi o momento mais difícil na tua carreira?
O mais difícil, talvez tenha sido no início de carreira, quando nos dois primeiros anos de sénior fiquei com vários meses de ordenados em atraso.
De resto, graças a Deus, nunca tive lesões graves e também sempre tive a sorte de passar por clubes sérios e cumpridores.

És natural do Porto. E o teu clube do coração qual é? Sonhas um dia jogar nessa equipa?
Nasci no Porto, mais precisamente em Massarelos, o clube do coração é o Boavista. E sem dúvida que gostaria de lá jogar um dia. Nunca se sabe!!!

Existe ainda algum sonho para concretizar no futebol? E fora do mundo do futebol?
Existem sempre objetivos, e um deles passa por tentar subir uma 4ª vez à superliga, desta vez com o Santa Clara.

Qual é a tua opinião sobre o alargamento da segunda liga? Para vocês jogadores, é uma carga elevada? E para os clubes? Gostavas de experimentar outras ligas para além das portuguesas?
Apesar de ser a favor das equipas “B”, acho este modelo da segunda liga bastante desajustado da realidade. É incompreensível a liga de clubes e a federação dizerem que não temos campeonato para 18 equipas, e metem uma segunda liga com 22!!!! Não tem lógica, além da sobrecarga de jogos, os plantéis deveriam ser mais numerosos, mas como estamos em “crise” são cada vez mais curtos. Duvido que se vá manter com estas equipas por muito tempo.

Quem foi o treinador que te marcou mais?
Sem dúvida Paulo Fonseca no Aves. Um treinador que num curto espaço de tempo estará a treinar um grande em Portugal.

No mundo do futebol, que outros profissionais admiras sem ser jogadores?
Sinceramente já tive diretores e treinadores que admirei bastante.
Não queria individualizar.

Tens algum episódio com algum adepto que queiras contar?
Não tenho assim nada de relevante, no futebol temos de ouvir e calar.

Queres deixar uma mensagem aos utilizadores do AutoGolo?
Quero desejar o maior sucesso ao site AutoGolo e aos utilizadores apenas digo: este é o site que vai mudar as vossas vidas!

As maiores felicidades.
Pedro Cervantes

Siga-nos no Facebook e no Twitter.
www.autogolo.com - O portal dos apaixonados pelo futebol. Dê a sua perspectiva no nosso Portal

Comentários