Entrevista a Vaz Pinto

Carlos Manuel Vaz Pinto nasceu a 22 de Agosto de 1974 e estreou-se como treinador em 2007/2008, orientando a equipa de Penalva do Castelo. Conta com uma passagem pelos juniores da Académica de Coimbra e, atualmente, é treinador adjunto do Recreativo de Caála.

Depois de 5 épocas a treinar equipas portuguesas, partiste para uma aventura no estrangeiro. Como está a ser esta aventura?
Está a ser muito gratificante. Não só pelos resultados obtidos, mas também pelo contacto com uma realidade futebolística e cultural diferente.

Já cumpriste duas épocas no Recreativo de Caála. Qual é o balanço que fazes?
Apenas cumpri uma e estou no início da segunda. A época passada, no campeonato, conseguimos os objetivos mínimos que passavam pela manutenção, mas podíamos ter feito um pouco melhor. Na taça de Angola fizemos história ao chegarmos à final onde fomos derrotados pelo Petro de Luanda. Esta época, estamos a ter um bom início.

Curiosamente, ou não, a comunidade portuguesa de jogadores é muito grande no clube, sendo responsável por 7 dos 22 jogadores da equipa. Alguma razão especial?
Sim, esses jogadores têm dupla nacionalidade. Em Angola apenas podemos inscrever 5 jogadores estrangeiros e só podem jogar 3. Isto leva-nos a procurar jogadores com dupla nacionalidade.

O jogador português é muito respeitado em Angola? Como é que é visto por aí?
Sim, é respeitado pelo facto de os que por cá passaram terem tido um bom desempenho.

Sentes saudades de Portugal? Tencionas voltar um dia ao campeonato português?
Sinto muitas saudades e tenciono voltar.

E da família? Tens saudades? Como é que eles encaram a tua situação profissional?
Como é óbvio, tenho muitas saudades. No entanto, tem sido fundamental o apoio da minha esposa e filho nesta fase da minha carreira, assim como dos meus pais que sempre deram o suporte necessário para que o meu investimento na carreira fosse recompensado.

Quando podemos ver o Vaz Pinto outra vez como treinador principal de uma equipa?
Não sei. Voltarei a ser, mas sem precipitações.

Quem é o teu melhor amigo no futebol?
Felizmente tenho muitos e bons e seria injusto individualizar.

No mundo do futebol, que outros profissionais admiras, sem ser jogadores?
Naturalmente tenho referências com as quais me identifico, mas sem ser admiração.

Queres deixar uma mensagem aos utilizadores do AutoGolo?
Desejo muito sucesso ao AutoGolo. Realmente aparenta ser um projeto grande.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.
www.autogolo.com - O portal dos apaixonados pelo futebol. Dê a sua perspectiva no nosso Portal

Comentários