ULTIMA HORA: Chicotada no Olhanense

Tibor Cica, Pouye, Daniel Bessa e Diego Gonçalves já não entram nas contas de Paulo Alves

Tibor Cica, Pouye, Daniel Bessa e Diego Gonçalves vão deixar de fazer parte do plantel do Olhanense. O anúncio foi feito pelo treinador Paulo Alves, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Sporting Braga, que se realiza nesta sexta-feira.

«Sem pensar no mercado de janeiro, tem de haver alguns reajustes no plantel. Temos um plantel muito extenso e alguns jogadores deixarão de entrar nas contas, pelo menos para já. O Tibor Cica, o Daniel Bessa, o Diego e o Pouye já não entrarão nas contas», revelou Paulo Alves.

A classificação e as exibições não são as melhores, mas Paulo Alves, para já, não pensa ainda na reformulação do plantel. «É uma questão que não quero abordar, porque ainda é cedo. Os jogos que vamos ter de fazer serão com estes jogadores, claramente os mais importantes, os quais temos de valorizar e nos quais temos de confiar, acreditando que poderão dar-nos o máximo de pontos possívei, até essa altura. Depois, logo se avaliará. Não quero nem vou entrar por aí, porque seria de alguma forma estar a pôr o carro à frente dos bois. Temos de olhar para quem cá está e exigir-lhes – é esse mesmo o termo – o máximo de atitude e de entrega nos jogos», observou.

«Temos o plantel que temos, e temos de o valorizar e trabalhar. Não tenho por hábito desculpar-me com a qualidade das equipas. Hoje em dia, sobretudo nas equipas do meio da tabela, como o Olhanense e outras do mesmo nível, que lutam pela manutenção, obviamente ninguém pode ter grande qualidade. Nós temos a que temos. Mas não é novidade para ninguém que falta algum equilíbrio em termos de soluções para algumas posições, e também temos algumas lesões importantes, casos de Rui Duarte, Jander e Pelé, que trariam mais equilíbrio. Mas não há volta a dar, são os que temos, não podemos estar a chorar muito por isso, vamos para a luta com os que temos e fazer com que se comportem o melhor possível em termos de entrega e de atitude mental, sobretudo nos aspetos coletivos, porque se formos pensar que não temos qualidade nem soluções, então aí há desculpas para tudo. E não pode haver desculpas para rigorosamente nada….», acrescentou.

A situação do Olhanense está difícil e Igor Campedelli já teve necessidade de ir ao balneário falar com os jogadores. «É verdade que o presidente Igor esteve no balneário e falou com os jogadores e com a equipa técnica, numa situação perfeitamente normal quando, obviamente, as coisas não correm bem. É um alerta para todos nós no sentido daquilo que estava a dizer, o retomar do caminho daquilo que tem de ser uma equipa muito mais assertiva, em termos de comportamentos e atitude, que são fundamentais face aos objetivos do Olhanense, e às dificuldades que têm existido. É preciso unir esforços para tornar a equipa mais consistente», disse.

«Não está fácil… Isso não seria novidade para ninguém mas temos de continuar a trabalhar e a acreditar, sendo sérios e rigorosos no que fazemos. De facto, nós vínhamos num processo de crescendo e não é justificável nem esperado que acontecesse o que aconteceu – e não falo em termos de derrota, mas em termos de atitude mental no jogo com a Académica. Tivemos esse revés e agora temos de retomar o caminho para que a equipa possa ser mais competente e combativa porque, sem isso, será difícil conquistar pontos.«, considerou ainda Paulo Alves, acerca do momento da equipa.

Sobre o jogo com o Sporting Braga, antevê: «Vai ser um jogo muito difícil e muito complicado para nós. Temos de ter uma preocupação muito forte em retificar a imagem dada na segunda-feira diante da Académica. Esse é o nosso grande objetivo. Temos de deixar uma imagem diferente, a imagem de uma equipa mais consistente em termos de entrega ao jogo e determinação porque, sem isso, será extremamente complicado. O Sp. Braga, por si só, é um adversário muito difícil. Defrontámo-los recentemente com uma boa postura e boa prestação e é isso que queremos que volte a acontecer.».

«Nesta altura, não há jogos decisivos. Não foi o jogo da Académica, não será o jogo com o Sp. Braga a decidir qual será o futuro do Olhanense na Liga. Mas temos de pensar que todos os jogos são fundamentais para conquistar pontos. [O Sp. Braga] é um adversário muito difícil, uma equipa muito competente. Não está a fazer um grande campeonato mas vem de um grande jogo na Luz. Temos de ter atenção a isso e ter esses cuidados, porque se pensarmos que o Sp. Braga ou o Benfica ou o FC Porto não são do nosso campeonato e fazemos para a próxima, acabamos por nunca fazer. Temos de dar tudo, concentrar-nos e dar toda a importância seja a que for.», acrescentou.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.
www.autogolo.com - O portal dos apaixonados pelo futebol. Dê a sua perspectiva no nosso Portal

Comentários

Olhanense - Mais notícias:

O Olhanense venceu o Rio Ave por 2-1, em Vila do Conde.

2014-04-14 às 12:22

A onda de lesões no Olhanense não tem fim à vista. A mais recente dor de cabeça do treinador Galderisi chama-se Paulo Sérgio.

2014-04-10 às 11:25

A Académica venceu este domingo o Olhanense, por 2-1, em Coimbra, partida referente à 25.ª jornada da Liga.

2014-03-31 às 11:01

No treino de sexta-feira alunos das escolas de Olhão foram convidados para marcar presença no treino e para visitar a sala de troféus.

2014-03-19 às 11:42

Ultrapassada a fase de tratamentos a uma rotura muscular na coxa direita, Paulo Regula voltou esta tarde a pisar o relvado do Estádio José Arcanjo.

2014-03-07 às 11:21